sábado, 22 de maio de 2010

Se, por acaso, estiveram no Aeroporto Francisco Sá Carneiro no dia 12 de Maio e viram uma jovenzinha ser levada pela polícia...

... era eu! 

Há cerca de um ano, o meu amigo P. foi em missão para o Kosovo. Deu-me, para me lembrar sempre dele, uma munição (como se eu precisasse de alguma coisa para me lembrar dele!) "picada", ou seja, sem nenhum perigo. 
Andei sempre com aquilo no porta-moedas, um género de amuleto. Uma vez, deixei-a cair atrás do balcão de um bar e fui lá durante as semanas seguintes perguntar ao dono se a tinha encontrado, até que ele a encontrou.

Quando, em Janeiro, vim para Itália, trouxe outro porta-moedas e a munição não veio comigo. Agora, quando voltei, troquei o porta-moedas que tinha para o antigo, o que significa que a munição estava lá.

Estava a passar no controlo de segurança (com o meu pai do outro lado do vidro a dizer-me adeus), quando chega um polícia que me pede para pegar nas minhas coisas e o acompanhar. Estava toda a gente a olhar para mim, o meu pai pálido como uma parede e eu super descontraída. O senhor polícia pediu-me para retirar tudo da carteira e ficou muito decepcionado quando não encontrou nada. Perguntei-lhe o que procurava, ao que ele respondeu "Vimos uma munição..." 

Como seria de esperar, comecei logo a rir-me feita maluca e a explicar toda a situação ao senhor polícia (que foi muito simpático e compreensivo). Claro que não me livrei de ficar com os meus dados lá registados e de voltar sem a munição que o P. me deu, mas pelo menos não fiquei presa...

5 comentários:

Kahkba disse...

Mas isso é tristíssimo ! Ao menos ficou com o teu pai ? Ou perdeste.a mesmo ?

Saskia disse...

Ficou na "esquadra" do aeroporto :\

Kahkba disse...

oh.. triste triste. Então espero para não te esqeceres do P... só tens de estar mais vezes com ele ;)

Jane Campbell disse...

Que azar! Ás vezes estas coisas acontecem...
Beijinho da Jane.

Luisa Corte Real disse...

Caricato!Há dias em que nos acontece tudo!