domingo, 31 de janeiro de 2010

Ravenna! (O texto é para ler em quatro vezes eheh)


Dia 1: 28 de Janeiro de 2010

Neste dia, acordei às 3h da manhã. Tinha de estar em Lisboa para apanhar o avião das 8h, por isso tive de acordar a esta hora assustadora. Isto depois de me ter deitado às 2h.
Chegada a Lisboa, choradeira do costume para me despedir dos meus pais e do meu P. Custou bastante. Nem me quero lembrar. Depois, eu e a A. lá entramos no avião que nos levaria até Bolonha. A chegar a Itália, vimos tudo branquinho. Visto lá de cima, é tão lindo! Amanhã, quando passar as fotografias para o portátil, coloco aqui.
No aeroporto de Bolonha, tínhamos a A.M. à nossa espera. Ela veio para cá duas semanas antes e ajudou-nos a chegar à estação.
Na estação foi o pânico. Que confusão! Ah, e depois de comprados os bilhetes, foi uma correria. Validar (aqui temos sempre de validar, senão apanhamos uma multa daquelas), correr para a linha indicada (sim, era muito longe da entrada e não havia rampas, só escadas. Então, eu com a minha mala de 20 kg, mais outra mala de rodinhas com 6kg, portátil às costas e carteira… nem é bom lembrar!). Finalmente, conseguimos chegar à nossa linha! Vimos o senhor revisor à entrada do comboio e perguntamos-lhe se aquele comboio ia para Ravenna. Sim, mas o vosso lugar é lá ao fundo. Viu logo que tínhamos tirado bilhete de segunda classe, nem entendo porquê ahah.
Quando chegamos a Ravenna, o A.* foi-nos buscar à estação. Instalou-nos (que casa!) e levou-nos ao supermercado. Nós as duas a comprar detergentes e coisas do género foi giro de se ver. Há coisas aqui que são tãoo mais caras. Aii.
Depois, viemos para casa, e tentamos ligar a net. Não dava. Fomos jantar a casa da família do pai do A. Um jantar tipicamente italiano. Gente a aparecer de todo o lado com comida e montes de pratos. Foi giro. Mas estávamos mortas de cansaço.
Chegamos a casa e, para mim, foi o pânico. As tomadas não davam para ligar a ficha do portátil. Além de não ter net, nem sequer podia ver um filme, já que não conseguia dormir. Liguei a televisão e apareceram os Simpsons dobrados em italiano. Prefiro o silêncio.


Dia 2: 29 de Janeiro de 2010

No dia seguinte, o A. Tinha combinado connosco aparecer por aqui para nos mostrar a cidade e resolvermos o assunto da net. Eram 18h e ele não tinha aparecido. Imaginam o que foi a nossa tarde. Uma a olhar para a outra a ver o “America’s Best Crew” ou qualquer coisa do género, apresentado pelo Mario Lopez, mas dobrado. De fugir.
Ao final da tarde, decidimos ir a casa do pai do A., que é aqui em cima, para tentar ligar a net. Fizemos trinta por uma linha e isto não dava. O desespero voltou. O senhor percebeu que estávamos aflitas e que queríamos falar com o pessoal, avisar que estávamos bem, ligar aos nossos pais, essas coisas. Então, muito prestável, emprestou-nos o portátil dele e deixou-nos falar com quem quiséssemos.
Jantámos (outra vez arroz, visto que ao almoço fiz meio quilo lol) e o A. veio ter connosco para irmos dar uma volta pela cidade. É muito bonita, mesmo. A nossa faculdade é um espanto e fica a 10 min a pé daqui. Visto que as ruas aqui são todas planas… é fácil.
Estava um frio desgraçado, mas conseguimos divertir-nos.

Dia 3: 30 de Janeiro de 2010 

 Hoje, finalmente, conseguimos ter net. A A. Teve duas horas lá em cima a tentar ligar isto com o senhorio (eu estive a dormir, já que ontem vi uns 4 episódios de uma série qualquer). Quando ela voltou, trazia um sorriso de orelha a orelha e só repetia: Já temos net!
Fizemos o almoço e pusemos a conversa em dia. Depois, decidimos ir dar uma voltinha, por volta das 16h30. Decidimos ir ao IperCoop, tipo Jumbo aqui da zona, porque achamos que não devia ser muito longe. Não, ir e vir só nos levou 3 horas. Ah, e metade do percurso foi com quilos de carne e arroz às costas.
Os italianos são doidos. Não sabem o que é uma passadeira. Não param para deixar atravessar ninguém. Só se o semáforo deles estiver vermelho. É incrível.
Na volta, conseguimo-nos perder. Lá pedimos ajuda a um casal, que nos indicou o caminho e finalizou com um Erasmus a Ravenna? Brave ragazze! Pois, já estou a perceber que realmente ter vindo para aqui foi um acto de coragem…
Ontem tínhamos combinado ir jantar com o A., por isso não preparamos nada para o jantar. Quando chegamos, o A. Estava doente e não podíamos ir jantar fora. Toca a fazer qualquer coisa que tínhamos aqui e pronto. Falamos com a M. que está na Eslovénia, mais um dia se passou.


*O A. é o namorado da J. A J. tirou o meu curso e fez Erasmus cá. Quando eu e a A. decidimos vir para aqui, tentamos falar com a J., para nos dar informações. Ela levou o A. com ela, que é cá de Ravenna, mas que mora com ela em Portugal. Ele alugou-nos a casa dele e conseguiu estar cá quando nós chegamos, para nos ajudar. :)

9 comentários:

Ni disse...

Isto ao inicio demora a arrancar, mas depois vai correr tudo bem :)

Espero que esteja a correr tudo bem!
Quanto tempo vais ficar aí?

* Beijinho *

Serena Van Der Woodsen disse...

Que máximo! Itália é um dos locais de sonho que tenho a visitar.. e também quero fazer Erasmus, mas não aí.
Diverte-te :D

Kahkba disse...

Não estavas à espera qe a chegada fosse simples, pois não ? ;) Pensa só qe é uma das fases essenciais de Erasmus. O regresso é algo assim parecido, mas vais rir.te imenso quando tiveres de contar tudo às outras pessoas ! (: Boa sorte e diverte.te **

Elle disse...

Bem, que aventura!

Espero que estejas a gostar : )

P.S. melhoras para o A.!

Bells disse...

Boa sorte por aí!
Quando for mais maior grande(XD) também quero ir fazer Erasmus. Deve ser fantástico!

Beijinho

Miss me disse...

É só aventuras!
Espero que estejas muito feliz em terras italianas :)
A minha amiga S. ainda não conseguiu ter net em Bordéus... Os primeiros tempos num país estranho devem ser uma confusão pegada - pior quando se vai sozinho.

Onde fica Ravenna?

beijinho

pintas* disse...

Inicio agitado...é bom sinal;)

bjito***

S. disse...

E a aventura começou! Já percebi que estás a adorar e ainda mal começou, diverte-te muito

beijinhos*

_+*A Elite in Paris*+_ disse...

Eu também teria essas ausencias de sono antes de tão grande empreitada. Salve, salve, dormir apenas uma hora :)

Beijo meu ♥,

A Elite