domingo, 31 de janeiro de 2010

Ravenna! (O texto é para ler em quatro vezes eheh)


Dia 1: 28 de Janeiro de 2010

Neste dia, acordei às 3h da manhã. Tinha de estar em Lisboa para apanhar o avião das 8h, por isso tive de acordar a esta hora assustadora. Isto depois de me ter deitado às 2h.
Chegada a Lisboa, choradeira do costume para me despedir dos meus pais e do meu P. Custou bastante. Nem me quero lembrar. Depois, eu e a A. lá entramos no avião que nos levaria até Bolonha. A chegar a Itália, vimos tudo branquinho. Visto lá de cima, é tão lindo! Amanhã, quando passar as fotografias para o portátil, coloco aqui.
No aeroporto de Bolonha, tínhamos a A.M. à nossa espera. Ela veio para cá duas semanas antes e ajudou-nos a chegar à estação.
Na estação foi o pânico. Que confusão! Ah, e depois de comprados os bilhetes, foi uma correria. Validar (aqui temos sempre de validar, senão apanhamos uma multa daquelas), correr para a linha indicada (sim, era muito longe da entrada e não havia rampas, só escadas. Então, eu com a minha mala de 20 kg, mais outra mala de rodinhas com 6kg, portátil às costas e carteira… nem é bom lembrar!). Finalmente, conseguimos chegar à nossa linha! Vimos o senhor revisor à entrada do comboio e perguntamos-lhe se aquele comboio ia para Ravenna. Sim, mas o vosso lugar é lá ao fundo. Viu logo que tínhamos tirado bilhete de segunda classe, nem entendo porquê ahah.
Quando chegamos a Ravenna, o A.* foi-nos buscar à estação. Instalou-nos (que casa!) e levou-nos ao supermercado. Nós as duas a comprar detergentes e coisas do género foi giro de se ver. Há coisas aqui que são tãoo mais caras. Aii.
Depois, viemos para casa, e tentamos ligar a net. Não dava. Fomos jantar a casa da família do pai do A. Um jantar tipicamente italiano. Gente a aparecer de todo o lado com comida e montes de pratos. Foi giro. Mas estávamos mortas de cansaço.
Chegamos a casa e, para mim, foi o pânico. As tomadas não davam para ligar a ficha do portátil. Além de não ter net, nem sequer podia ver um filme, já que não conseguia dormir. Liguei a televisão e apareceram os Simpsons dobrados em italiano. Prefiro o silêncio.


Dia 2: 29 de Janeiro de 2010

No dia seguinte, o A. Tinha combinado connosco aparecer por aqui para nos mostrar a cidade e resolvermos o assunto da net. Eram 18h e ele não tinha aparecido. Imaginam o que foi a nossa tarde. Uma a olhar para a outra a ver o “America’s Best Crew” ou qualquer coisa do género, apresentado pelo Mario Lopez, mas dobrado. De fugir.
Ao final da tarde, decidimos ir a casa do pai do A., que é aqui em cima, para tentar ligar a net. Fizemos trinta por uma linha e isto não dava. O desespero voltou. O senhor percebeu que estávamos aflitas e que queríamos falar com o pessoal, avisar que estávamos bem, ligar aos nossos pais, essas coisas. Então, muito prestável, emprestou-nos o portátil dele e deixou-nos falar com quem quiséssemos.
Jantámos (outra vez arroz, visto que ao almoço fiz meio quilo lol) e o A. veio ter connosco para irmos dar uma volta pela cidade. É muito bonita, mesmo. A nossa faculdade é um espanto e fica a 10 min a pé daqui. Visto que as ruas aqui são todas planas… é fácil.
Estava um frio desgraçado, mas conseguimos divertir-nos.

Dia 3: 30 de Janeiro de 2010 

 Hoje, finalmente, conseguimos ter net. A A. Teve duas horas lá em cima a tentar ligar isto com o senhorio (eu estive a dormir, já que ontem vi uns 4 episódios de uma série qualquer). Quando ela voltou, trazia um sorriso de orelha a orelha e só repetia: Já temos net!
Fizemos o almoço e pusemos a conversa em dia. Depois, decidimos ir dar uma voltinha, por volta das 16h30. Decidimos ir ao IperCoop, tipo Jumbo aqui da zona, porque achamos que não devia ser muito longe. Não, ir e vir só nos levou 3 horas. Ah, e metade do percurso foi com quilos de carne e arroz às costas.
Os italianos são doidos. Não sabem o que é uma passadeira. Não param para deixar atravessar ninguém. Só se o semáforo deles estiver vermelho. É incrível.
Na volta, conseguimo-nos perder. Lá pedimos ajuda a um casal, que nos indicou o caminho e finalizou com um Erasmus a Ravenna? Brave ragazze! Pois, já estou a perceber que realmente ter vindo para aqui foi um acto de coragem…
Ontem tínhamos combinado ir jantar com o A., por isso não preparamos nada para o jantar. Quando chegamos, o A. Estava doente e não podíamos ir jantar fora. Toca a fazer qualquer coisa que tínhamos aqui e pronto. Falamos com a M. que está na Eslovénia, mais um dia se passou.


*O A. é o namorado da J. A J. tirou o meu curso e fez Erasmus cá. Quando eu e a A. decidimos vir para aqui, tentamos falar com a J., para nos dar informações. Ela levou o A. com ela, que é cá de Ravenna, mas que mora com ela em Portugal. Ele alugou-nos a casa dele e conseguiu estar cá quando nós chegamos, para nos ajudar. :)

sábado, 30 de janeiro de 2010

Finalmente!

Finalmente, cá estou! Que odisseia... Mais logo conto tudo :)


Aqui fica uma fotografia da nossa casinha:)

quarta-feira, 27 de janeiro de 2010

E lá vou eu...


Leighton Meester em Gossip Girl

...amanhã por esta hora já vos escrevo de Itália!

segunda-feira, 25 de janeiro de 2010

E a minha última noite com o P. vai ser...










...aqui.

Quem inventou o limite de 20 kg de bagagem...


Sarah Jessica Parker
 
... nunca fez Erasmus e não pode ser boa pessoa. Alguém me explica como é que eu vou meter 5 meses de roupa em 20kg? Roupa, calçado, and son on. I'm f******.

sábado, 23 de janeiro de 2010

Na quinta-feira passada foi assim...


One Tree Hill

...um jantar com os colegas da faculdade, no "Goodbye Porto" da M., da A. e o meu. A M. já foi para a Eslovénia, eu e a A. fazemos os últimos preparativos para a nossa viagem.
E hoje, novo jantar com os amigos de sempre. Isto tá a apertar...  

quinta-feira, 21 de janeiro de 2010

E, finalmente...


Sarah Jessica Parker

...depois de três anos naquela espelunca  faculdade, posso dizer que foi o meu último dia de aulas. Arriverdeci!


terça-feira, 19 de janeiro de 2010

E eu, que não gosto de roxo, me rendo...


Sandra Bullock, Globos de Ouro 2010, vestido Bottega Veneta


... achei este vestido mesmo bonito. Noutra cor ficaria melhor, mas pronto.

E já agora, aqui fica o trailer do filme que a fez merecer o globo de ouro para melhor actriz dramática, The Blind Side.



Must see.

domingo, 17 de janeiro de 2010

O que me apetecia agora...


B
 Serena Van der Woodsen and Blair Waldorf fighting


... era espancar a T.
No início do ano, caiu de pára-quedas na minha turma, reingressando no curso depois de alguns anos parada. O professor de TPP "impingiu-nos", a mim e à A., esta colega para o nosso trabalho de grupo. Nem nos perguntou se aceitávamos. Eu e a A. trabalhámos juntas desde o 1.º ano, as coisas resultam, nós dá-mo-nos bem. Vamos, inclusivamente, juntas em Erasmus.
Então, surgiu a T. A A. teve de fazer quase toda a parte dela, e ainda lhe arranjou documentação para a complementar. Agora, a umas horas da frequência de Museologia, e a dois dias da entrega do trabalho de TPP, eis que a T. envia a parte dela do trabalho e a A. percebeu que aquilo estava copiado na íntegra do original.
E agora? Vamos ter de fazer a parte dela outra vez e deixar de parte o nosso estudo para Museologia. Nice.

sábado, 16 de janeiro de 2010

Enquanto vejo o America's Next Top Model...


 Modelos do America's Next Top Model

... parece-me que estas miúdas são um bocado histéricas. Olha ali um pássaro! Ahhhh! O prémio é não sei o quê! Aiiii! Que exagero.
E aquela casa com fotografias da Tyra Banks espalhada por todo o lado... é estranho! 

sexta-feira, 15 de janeiro de 2010

Carolina Torres é a nova apresentadora do Curto Circuito da Sic Radical



Carolina Torres



A ex-concorrente dos Ídolos é a nova apresentadora do CC da Sic Radical. Ela foi surpreender o Filipe ao programa da Fátima Lopes e acabou ela por ser surpreendida pelo Pedro Boucherie e a sua proposta. Sempre gostei desta concorrente e tenho a certeza que se vai dar muito bem. Não gostei foi de, mal ter entrado no estúdio do CC terem começado a gozar com a pronúncia dela. Que mania! Será que a Carolina vai dar uma boa apresentadora?

quinta-feira, 14 de janeiro de 2010

Questões Pertinentes #1


Colecção de Inverno da Carmen Steffans

A minha professora de Direito do Património e Urbanismo é, como é óbvio, advogada. Mas é daquelas advogadas que vemos nos filmes; sempre impecavelmente arranjada, unhas sempre em condições, roupa elegante e, facto curioso, sapatos giríssimos. Essa senhora é minha professora há cerca de dois anos. Nestes dois anos, nunca a vi repetir um par de sapatos. Ok, não tenho aulas com ela todos os dias, mas vejo-a uma média de 1/2 vezes por semana.
Mas passando, agora, ao mais importante. Hoje, quando saímos da sala de aula, a J. disse-lhe professora, adoro os seus botins! Mulher que é mulher gosta que lhes apreciem os investimentos, e esta não foi excepção. Ficou connosco a falar imenso tempo sobre os seus sapatos, malas, lojas preferidas,etc. Os botins em questão são os da fotografia (que, by the way, acho horríveis, mas pronto, a J. gostou). A professora lá disse que andou a namorá-los o Inverno todo, porque já se sabe, não se pode comprar tudo quando se quer, e até conseguiu resistir e esperar pelos saldos e trazê-los com 40% de desconto. Continuou a falar e perguntou se tínhamos reparado nos sapatos que trouxe na terça-feira (esses sim, eram giros). Disse-nos, como se tivesse o maior achado do mundo, que tinham custado uma pechincha. Imaginem, consegui comprá-los só por 80 euros. Bem, foi aqui que a coisa se complicou e deu asas à conversa que se segue.
Como estudantes universitárias que somos e dependentes da caridade dos pais, 80 euros não são, a não ser que se trate de uns Loubotin, uma pechincha. 
A J. dizia que só comprava roupa em lojas tipo Stradivarius, porque era mais barato e sempre encontrava coisas giras. Eu, falei na Blanco, que se torna uma loja super acessível nesta altura dos saldos e que vai fazendo promoções esporadicamente. A A., cuja mãe vive em Paris, disse que não gostava nada dessas lojas e que só gostava das roupas (caríssimas) que a mãe lhe envia de Paris e as calças que veste custam, no mínimo, 60 euros. Eu sou, das três, sem dúvida, a que tem mais roupa. A A., com esta mania da roupa cara, acaba por ter menos roupa. A questão é: é melhor ter pouca roupa, mas boa, ou mais barata e, consequentemente, mais variada?


P.S. Grande obrigada a toda a gente que me deu sugestões. Metade das coisas que disseram nunca me lembraria :)  

quarta-feira, 13 de janeiro de 2010

Check list - help :)


Tyra Banks*

Daqui a duas semanas estou a caminho da bella Itália. Tenho trabalhos e frequências até menos de uma semana antes da partida. Preciso tratar das coisas, fazer a lista do que levar e do que é necessário para 5 meses fora de casa.
Alguém me ajuda? :) Preciso de ideias, coisas que acham que não nos podemos esquecer quando viajarmos... É que eu sou a pessoa mais distraída que conheço e, mesmo quando tenho tempo, tenho tendência a esquecer-me de alguma coisa. Sem tempo... Uff*

* É a segunda vez que ponho uma fotografia desta senhora aqui. É a segunda vez que ela fica com cara de louca. 


 

terça-feira, 12 de janeiro de 2010

Nunca mais acaba...


Serena Van Der Woodsen

Eu sei que deve ser geral, mas isto nunca mais termina... Só hoje, duas apresentações. Para quinta, uma resposta de desenvolvimento, sexta frequência (que devia ser ontem e que fez com que estivesse o fds a estudar para aquilo e me "esquecesse" das apresentações de hoje), segunda, frequência e entrega de um comentário a uma longa metragem, terça, entrega de um trabalho, quinta, frequência e entrega de outro trabalho.

Tempo para respirar? Pelos vistos só depois da próxima semana...

segunda-feira, 11 de janeiro de 2010

Hoje...


Blair Waldorf

... o dia tinha tudo para ser mau. No final, foi péssimo.

domingo, 10 de janeiro de 2010

Grr


... depois de uma tarde a estudar com o aquecedor ligado e mantinha nas pernas, nada melhor do que um banho de água gelada para aclarar as ideias...

Deram-me uma coisa destas...


... mas eu não vou seguir as regras, vou só colocar aqui, tá?
Obrigada à Pintas*

sábado, 9 de janeiro de 2010

Algo me diz....


                                                      Leighton Meester e Ed Westwic

... que na próxima semana vou andar assim todos os dias.

Afinal, só tenho uma frequência na segunda e duas apresentações na terça, sem contar com o que tenho de preparar para a semana seguinte...

quinta-feira, 7 de janeiro de 2010

Conversas Pertinentes #1


Conversa no gtalk, um destes dias:

A.: Amanhã vais de carro para a Faculdade?
Eu: Sim. Precisas de alguma coisa?
A.: Se não te importasses... Podias trazer uma extensão?

Ok, eu sei que uma extensão é pesadíssima, mas não preciso de ir de carro para a levar eheh :)

quarta-feira, 6 de janeiro de 2010

O que eu gostava...

...é que as pessoas parassem de me dizer, sempre que me vissem, Estás quase a ir para Itália ou Já falta pouco para ires fazer ERASMUS.
Quer dizer, eu sei que falta pouco, eu sei que daqui a menos de um mês estou a viver noutro país. Ok, foi isto que eu escolhi, mas saber que vou ficar um semestre longe do meu P., dos meus amigos, dos meus pais... Custa. É que se as pessoas dissessem uma vez, e pronto, tudo bem. Agora sempre que me vêm perguntam Quando é que vais? Já disse a TODA a gente quando vou.
Eu estou entusiasmada e ansiosa, mas caramba, o que é demais...
Qualquer dia acontece-me qualquer coisa como isto:


P.S. Acabei de receber uma mensagem de uns dos meus melhores amigos a perguntar, pela enésima vez , quando vou.

terça-feira, 5 de janeiro de 2010

Sobre o Avatar (Contém spoilers!)

Ontem à noite, depois de um dia muitíssimo cansativo, lá fui ver o teu falado e "rentável" Avatar. Óculos 3D em punho, estava pronta para ver o filme de que tanto se fala ultimamente.




Em primeiro lugar, e isto na minha opinião, o filme não passa de uma versão futurista e fantasiada da Pochaontas da Disney, de 1995. A princesa indigena, o forasteiro (que neste caso se transforma numa criatura semelhante a esta), o pai da princesa é o chefe da tribo, o futuro marido será também o chefe da tribo e, imaginem só, até tem uma árvore ao estilo da "avó" de Pochaontas.

Depois, tenho para mim que qualquer pessoa conseguiria contar aquela história em 90 minutos e não nas quase três horas que nos "obrigam" a estar na sala de cinema. Fiquei com a sensação que, mais do que contar uma história, a intenção do filme é promover um espectáculo em 3D para os seus espectadores.

Por último, e isto já não tem a ver com o filme, por favor, alguém que proíba as pessoas de comerem seja o que for dentro de uma sala de cinema. É que ainda estão a dar os comerciais e já está uma sinfonia dentro da sala que não se pode!

sábado, 2 de janeiro de 2010

Sabemos que temos a melhor mãe e a melhor amiga do mundo quando...


... na impossibilidade de irmos ao primeiro dia de saldos da Blanco (o dia em que tudo que entra em saldos, desaparece), a nossa mãe vai ao shopping onde a nossa melhor amiga trabalha na Blanco e pede-lhe para escolher umas coisinhas para mim. Ah, e depois estar 45 minutos na fila para pagar. O melhor de tudo é que gostei de todas as coisas :)

Esta vai ser a minha figura....


... nas próximas semanas :\

Welcome 2010 :D